Blog
COLUNAS E DORES IRRADIADAS
TRATAMENTO DE DORES IRRADIADAS E DA COLUNA COM O MÉTODO MCKENZIE
08.04.22
Maria José Queiroz

TRATAMENTO DE DORES IRRADIADAS E DA COLUNA COM O MÉTODO MCKENZIE

TRATAMENTO DE DORES IRRADIADAS E DA COLUNA COM O MÉTODO MCKENZIE

ETAPAS DO TRATAMENTO MCKENZIE.

O tratamento McKenzie tem demonstrado que a maioria das dores da coluna ( 60% dos casos ) pode ser abolida em poucas sessões ao se aplicar o exercício correto e específico para cada caso.

Geralmente são necessárias de 3 a 6 sessões para a resolução da dor. As primeiras sessões são geralmente semanais ( 1 x semana) e as demais quinzenais ou até mesmo mensais.

O tratamento é constituído por 3 etapas:

· Avaliação.

· Tratamento ( Programa de movimentos).

· Prevenção de novas crises.

O Método enfatiza a educação e a independência do paciente. O indivíduo passa a compreender a causa do seu problema, a função do exercício reparador e a importância da postura; e quais são os fatores agravantes do seu problema.

A AVALIAÇÃO MCKENZIE.

Exclusiva do Método Mckenzie, a avaliação consiste na aplicação de testes mecânicos na coluna vertebral para se detectar a origem da dor. Através de testes específicos com movimentos e posições, o fisioterapeuta é capaz de detectar se o problema é mecânico ou não. Isto possibilita não só a classificação do problema como também saber quais pacientes vão responder rapidamente ao tratamento.

A avaliação McKenzie pode ser mais precisa do que os exames de imagem ( Rx, Tomografia ou Ressonância Magnética). Isto porque os exames nem sempre são compatíveis ou diretamente proporcionais à intensidade dos sintomas do paciente. O paciente pode ter uma ressonância magnética com grandes alterações e não ter sintoma ou ter pequenos sintomas, assim como o inverso pode acontecer – o paciente ter uma pequena alteração no exame de ressonância e uma dor maior não compatível com a imagem do exame.

O diagnóstico Mckenzie não se baseia em imagens, mas no comportamento da dor. A entrevista inicial e os testes da avaliação nos possibilita saber qual a localização da dor ( irradiada ou centralizada na coluna ) , qual a sua intensidade e constância; e se a dor é capaz de migrar de uma região para outra. VIDE “ COLUNA E DORES IRRADIADAS, NESTE SITE.

Durante a avaliação, são aplicados movimentos com o objetivo de verificar se a dor irradiada da coluna pode ser levada para uma região mais central ou pode ser abolida. Se a dor irradiada caminhar em direção ao centro da coluna é sinal de bom prognóstico. Este fenômeno da “Centalização da dor” foi descoberto por Robin McKenzie e é específico do Método Mckenzie.

Fig. 1 O Fenômeno da “Centralização da Dor” – Indicador de bom prognóstico.

O PROGRAMA DE EXERCÍCIOS MCKENZIE.

De acordo com o diagnóstico mecânico obtido na avaliação, é prescrito um programa de movimentos que deve ser feito pelo paciente em sua casa ou no seu trabalho. São exercícios de fácil execução, de curta duração e que não precisam do auxílio de aparelhos. O “movimento reparador” deverá ser feito de 3 a 5 vezes por dia, dependendo de cada caso. Uma das vantagens do método é a possibilidade do paciente se auto - tratar, não precisando ir diariamente ao consultório do fisioterapeuta.

A PREVENÇÃO

Após a abolição da dor, o paciente é capacitado a desenvolver estratégias para a prevenção de novas crises. O que você deve fazer para evitar que a dor volte? O que pode piorar o seu problema? Que atitudes preventivas devem ser tomadas. Qual é o exercício preventivo?

Comente essa publicação